The Fictionary Players

Desenvolveu-se no Porto entre 2000 e 2003 um conhecido projeto programático da responsabilidade de Alexandre A. R. Costa, Jorge Fernando dos Santos e Miguel Seabra: o ARTEMOSFERAS, acontecendo este no ESPAÇO ARTES MÚLTIPLAS – Intervenção Artística e Cultural, edifício que reabilitaram e geriram de modo independente.

Estes 3 artistas compõem o colectivo THE FICTIONARY PLAYERS (e ao qual se juntou posteriormente Hugo Brito). Em resposta ao convite do Mel – Piquenique das Artes, propõem uma intervenção artística visual que se articula com a apresentação de uma performance.